Publicado por: lucianonanzer | domingo, 7 junho 2009 - 12:17 PM

Convite / Divulgação – Confissões das Mulheres de 30

O Espetáculo

APÓS SUCESSO DE CRÍTICA E PÚBLICO NO TEATRO FOLHA, “CONFISSÕES DAS MULHERES DE 30” CHEGA A RIBEIRÃO.

“Confissões das Mulheres de 30” mostra de maneira divertida o que muitas mulheres pensam e como lidam com as realizações e frustrações típicas dessa fase tumultuada da vida, a que muitos chamam de “segunda adolescência”.

Os temas são, entre outros, casamento, primeiro namorado após a separação, filhos, ex-marido, grandes sonhos, sexo, trabalho, preocupação com a maturidade e o descontrole emocional.
A proposta é montar um espetáculo centrado nas atrizes, com cenários e figurinos funcionando para dar suporte ao trabalho físico apurado que se terá em cena. O resultado é um espetáculo vigoroso, documental, mas não declamatório. Uma peça com dinâmicas que se alternam a todo o momento. Como o próprio raciocínio das mulheres de 30.

SOBRE O ELENCO

Além da série “Mothern”, Camila Raffanti, Fernanda D’Umbra e Juliana Araripe têm em comum a carreira no teatro ¬– e um humor bem afiado, quando tratam de temas do cotidiano.

Fernanda D’Umbra se destaca como uma atriz marcante de sua geração. Seus trabalhos mais recentes foram dedicados à direção, merecendo elogios da crítica especializada. Entre eles estão: ‘Roxo’ de Jon Fosse e ‘Natimorto’ de Lourenço Mutarelli, em que fez assistência de direção.

Camila é representante do teatro de pesquisa de São Paulo. A atriz integrou o elenco de “Camino Real”, de Tennessee Williams, que teve direção de Nelson Baskerville.

E Juliana Araripe, além de ter feito teatro no Rio de Janeiro, foi apresentadora da TV por assinatura Sky e do canal pago Bandsports. Trabalhou, ainda, como roteirista no canal pago Nickelodeon e foi redatora de criação no jornal “Valor Econômico”.

SOBRE O AUTOR

Domingos Oliveira é autor, diretor e ator. Iniciou-se no teatro e projetou suas criações no cinema. Nos primeiros anos da década de 80, Domingos Oliveira se tornou um dos mais atuantes diretores do teatro carioca. Dirigiu grandes atores, como Jorge Dória, em “Amor Vagabundo”, de Felipe Wagner, em 1981, e Tônia Carrero, em “A Volta por Cima”, de Domingos Oliveira e Lenita Plonczynski, em 1982. Em 1980, recebeu o Prêmio Mambembe de melhor autor, por “Assunto de Família”. Com direção de Paulo José, a montagem tinha no elenco Fernanda Montenegro e Fernando Torres.

Vale citar, ainda, os excepcionais trabalhos de Domingos Oliveira como cineasta, a começar da comédia “Todas as Mulheres do Mundo”, de 1966, que, já no século 21, virou programa de entrevistas exibido no Canal Brasil. A partir dos anos 90, o cineasta se aprofundou na temática do amor, ao filmar e atuar em “Amores” (1997), “Separações” (2002) e “Feminices” (2005). Seu mais recente trabalho na telona é o longa “Carreiras” (2006).

O espetáculo de Domingos de Oliveira, sucesso nos anos 90, volta em nova montagem. Com uma abordagem bem-humorada, as atrizes levam ao palco as preocupações e temores das mulheres na faixa dos 30 anos. (Comédia)
Direção: Fernanda D’Umbra
Com: Juliana Araripe, Camila Raffanti e Fernanda D’Umbra
Duração: 60 minutos
Classificação: 14 anos
Dramaturgia : Domingos Oliveira
Teatro Municipal de Ribeirão Preto
Dias: 26 e 27 junho às 21 h

Panfleto - confissões mulheres de 30


Responses

  1. Deve ser muito legal!!! Será q vem para o RJ?! Adoro ver Mothern.
    bjs
    Verônica Masson


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: